Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama amplia vantagem sobre Romney entre hispânicos

O presidente candidato à reeleição, Barack Obama, ampliou sua vantagem sobre seu rival republicano, Mitt Romney, a 70% contra 22% entre os eleitores hispânicos nos Estados Unidos, segundo uma nova pesquisa divulgada nesta quarta-feira a menos de quatro meses das eleições.

Esta é a primeira vez que Obama alcança 70% das intenções de voto nos últimos 20 meses entre a comunidade hispânica, a primeira minoria do país, segundo a empresa Latino Decisions, que realizou sua última pesquisa de 7 a 16 de julho entre 504 eleitores hispânicos registrados.

Há um mês, Obama liderava a corrida com 66% das intenções de voto contra 23% para o candidato republicano, segundo a empresa.

A vantagem aumentou depois que Obama anunciou, em junho, uma isenção nas deportações sob certas condições de jovens ilegais que chegaram aos Estados Unidos com menos de 16 anos, e após participar da convenção de um importante grupo hispânico, ressaltou a Latino Decisions.

Além disso, a pesquisa foi realizada depois da decisão da Suprema Corte de 25 de junho, que declarou inconstitucionais vários trechos da lei do Arizona SB 1070, mas autorizou a polícia deste estado a controlar os documentos de suspeitos de serem ilegais, o que foi criticado por Obama.

O presidente tem vantagem sobre Romney em todos os segmentos do eleitorado latino: nos nacionalizados (72%-19%), nos nascidos nos Estados Unidos (69%-25%), nos que têm como primeiro idioma o espanhol (76%-15%) e entre os que dominam o inglês (66%-28%).

Os resultados desta pesquisa, que tem uma margem de erro de 4,4%, seguem os resultados de outras pesquisas entre hispânicos, que, invariavelmente, concedem uma ampla vantagem a Obama.

Em 2008, Obama obteve dois terços do voto hispânico.