Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Número dois do EI é morto em ataque aéreo dos EUA no Iraque

Fadhil Ahmad al Hayali era o responsável por planejar o transporte de armas antes dos ataques do grupo terrorista

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h26 - Publicado em 21 ago 2015, 18h18

A Casa Branca informou nesta sexta-feira que o “número dois” do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), Fadhil Ahmad al Hayali, morreu em um ataque aéreo das forças dos Estados Unidos no último dia 18, perto da cidade de Mossul, norte do Iraque.

Leia também:

Estado Islâmico destrói mosteiro de 1.500 anos Síria

Síria: EI decapita e pendura corpo de arqueólogo em Palmira

EUA acreditam que EI pode ter usado gás mostarda em ataque no Iraque

Em comunicado, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Ned Price, explicou que Hayali foi morto em seu veículo junto com outro líder da organização terrorista. No Iraque, ele era um “instrumento de planejamento de operações nos dois últimos anos, incluindo na ofensiva do EI in Mosul, em junho de 2014”, afirmou.

O governo americano indicou também que o jihadista era “o segundo no comando do grupo terrorista” e também um dos coordenadores de operações de circulação de “grandes quantidades de armas, explosivos, veículos e pessoas entre Iraque e Síria”. Hayali não foi o primeiro comandante do Estado Islâmico morto em ataques americanos. No mês passado, um dos mais poderosos chefes do grupo terrorista no Afeganistão foi morto por um ataque de drone.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade