Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NSA espionou 70 milhões de ligações na França, diz jornal

Dados do ex-analista Edward Snowden apontam que telefonemas no país foram monitorados de 10 de dezembro de 2012 a 8 de janeiro de 2013, diz 'Le Monde'

A Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) espionou 70,3 milhões de chamadas telefônicas feitas na França, afirma nesta segunda-feira o jornal francês Le Monde em sua versão online, citando documentos fornecidos pelo ex-analista de inteligência Edward Snowden, delator dos programas de espionagem dos EUA.

Leia também:

Snowden diz que não levou arquivos secretos para a Rússia

NSA coletou milhões de listas de contatos de e-mail, diz jornal

Segundo o jornal, os telefonemas foram monitorados entre 10 de dezembro de 2012 e 8 de janeiro de 2013. Ainda conforme a reportagem, a NSA automaticamente colheu informações de números de telefones da França e gravou mensagens de texto dos aparelhos.

A publicação disse que há motivos para suspeitar que a NSA monitorou não apenas pessoas suspeitas de envolvimento em atividades terroristas, mas também altas personalidades do mundo da política e dos negócios. As autoridades americanas se recusaram a comentar o assunto.

No fim de semana, a revista alemã Der Spiegel noticiou que os agentes dos EUA invadiram a conta de e-mail do ex-presidente mexicano Felipe Calderón. As autoridades mexicanas pediram por respostas dos Estados Unidos o quanto antes.

Além disso, no mês passado, as denúncias de espionagem da NSA atingiram o governo brasileiro. Segundo documentos fornecidos por Snowden, os serviços de inteligência dos Estados Unidos monitoraram funcionários do governo brasileiro, incluindo a própria presidente Dilma Rousseff, e empresas como a Petrobras.

(Com Estadão Conteúdo)