Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Novo ataque terrorista deixa 29 mortos no Quênia

Atentados do grupo islamita Al Shabab ocorreram em duas cidades do país e atingiram um centro comercial e um prédio da polícia

Por Da Redação - 6 jul 2014, 09h58

Ao menos 29 pessoas morreram na madrugada deste domingo após membros do grupo islamita Al Shabab atacarem um centro comercial e um prédio da polícia na região costeira do Quênia, informou o Ministério do Interior do país.

Um dos ataques ocorreu na cidade turística de Lamu, no sudoeste do país. A região está próxima do local onde mais de 60 pessoas foram mortas no mês passado em um atentado planejado pelo mesmo grupo terrorista. O outro ataque aconteceu em um prédio da polícia no condado de Tana River. Homens armados, após entrarem no edifício e atirarem contra policiais, libertaram presos acusados de participar de atentados terroristas do Al Shabab. A polícia ainda não confirmou quantos homens foram libertados.

Leia também

Após massacre em exibição de jogo da Copa, Quênia tem novo atentado

Publicidade

Ataque a grupo que assistia a jogo da Copa deixa ao menos 48 mortos

O Quênia, especialmente Nairóbi e a cidade litorânea de Mombaça, tem sido alvo de atentados desde que o seu Exército invadiu a Somália em outubro de 2011, devido a uma onda de sequestros em território queniano que foram atribuídos à milícia somali. O Al Shabab, que em 2012 anunciou sua adesão formal à rede terrorista Al Qaeda, controla grandes áreas do centro e do sul da Somália, onde o frágil governo não apresenta condições de impor sua autoridade.

(Com agências EFE e Reuters)

Publicidade