Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo ataque de Boko Haram mata ao menos 40 pessoas

Terroristas islâmicos armados abriram fogo contra os moradores de Gurmuchi, no norte da Nigéria, e incendiaram várias casas, deixaando arrasada a cidade

Um novo ataque do grupo terrorista islâmico Boko Haram em uma cidade do nordeste da Nigéria deixou pelo menos 40 mortos e dez feridos, divulgou a imprensa local nesta quinta-feira. O ataque aconteceu na noite de quarta, na cidade de Gurmuchi, no Estado de Borno – o mesmo onde mais de 200 meninas foram sequestradas pelo grupo radical. Segundo relatos dos jornais nigerianos, homens armados abriram fogo contra os moradores e incendiaram várias casas.

Leia também:

Mais quatro das 200 meninas raptadas na Nigéria estão livres

Gurmuchi ficou “completamente arrasada”, relataram várias testemunhas ao jornal The Punch, mas a maioria dos moradores conseguiu escapar se refugiando na floresta. O Boko Haram, que alguns serviços de segurança já definem como o grupo terrorista mais mortal do mundo na atualidade, intensificou recentemente os ataques nas zonas rurais de Borno, onde deixaram mais de 150 mortos só na semana passada.

Em Borno, reduto espiritual e de operações dos radicais islâmicos nigerianos, também fica a cidade de Chibok, onde o grupo radical sequestrou em 14 de abril mais de 200 estudantes.A seita luta para impor um Estado islâmico na Nigéria, país de maioria muçulmana no norte e predominantemente cristã no sul.

Saiba mais:

Boko Haram, o terror que ameaça a maior economia da África

Desde que a polícia matou, em 2009, o então líder e fundador do Boko Haram, Mohammed Yousef, os radicais mantêm uma sangrenta campanha que já deixou mais de quatro mil mortos.

(Com agência EFE)