Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Não há debate na Otan sobre intervenção na Síria

A Otan não debate uma eventual intervenção militar na Síria, já que atualmente não estão reunidas as condições, afirmou o embaixador americano na Aliança Atlântica.

“Não temos discussões, nem preparativos em curso dentro da Otan sobre uma eventual intervenção militar na Síria”, declarou Ivo Daadler durante um debate on-line.

“Os países da Otan consideram que, no momento atual, o tema de uma intervenção, que sempre é complexa, não está sobre a mesa”, insistiu, antes de afirmar que os países membros acompanham com “muita atenção a situação”, após o aumento da violência e do massacre de Houla, que deixou mais de 100 mortos.

Daadler explicou que as condições estabelecidas para a intervenção de 2011 na Líbia não estão reunidas no momento na Síria.

De acordo com o embaixador, a violência contra civis pelo governo é comparável, mas não existem pedidos na região ou da oposição síria para uma intervenção militar da Otan.

Ele também lembrou que não há base internacional legal para uma intervenção, sob a forma de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU.