Clique e assine a partir de 8,90/mês

Mineradores são soterrados na Turquia; há poucas chances de sobrevivência

Dezoito homens ficaram presos numa mina na região da Anatólia após um deslizamento

Por Da Redação - 29 out 2014, 08h30

Os trabalhos de resgate dos dezoito mineradores que ficaram presos na terça-feira em uma mina de carvão na Turquia prosseguiram toda a noite, mas há poucas esperanças de encontrar os trabalhadores com vida, informou a emissora turca NTV nesta quarta. As equipes de emergência instalaram de madrugada três bombas para retirar do poço as 11.000 toneladas de água que inundaram a parte inferior da mina após um deslizamento.

O nível de água na mina chega a 47 metros e após horas de trabalho só tinha diminuído um, informou a emissora. “O tempo corre contra. Temos que encontrar maneiras de retirar a água mais rápido”, admitiu na noite de ontem o ministro da Energia do país, Tanar Yildiz, em declarações ao jornal Hürriyet. De Istambul foi enviada uma bomba de maior capacidade para acelerar o trabalho na mina, que fica na província de Karaman, na Anatólia central.

Leia também

Número de mortos em explosão de mina chega a 166

Desabamento em mina colombiana deixa três mortos e 25 pessoas soterradas

Deslizamento matou mais de 2.000 no Afeganistão

Um minerador declarou à agência Anadolu que esta é a terceira inundação que acontece na mina. O ministro do Trabalho, Farouk Çelik, reconheceu que em uma inspeção em junho passado foram detectados oito erros na instalação, embora nenhum cuja gravidade justificasse seu fechamento. É o segundo acidente de grande escala na mineração de carvão turca este ano, depois que em maio 301 trabalhadores morreram em um incêndio em um poço de Soma, no oeste do país.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade