Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MI5 alerta para maior ameaça terrorista já vista no Reino Unido

Segundo o serviço de inteligência britânico, novos ataques no país são iminentes difíceis de evitar

O Reino Unido enfrenta atualmente sua mais grave ameaça terrorista até hoje, segundo informou nesta terça-feira o diretor do serviço de inteligência britânico MI5, Andrew Parker. Para o especialista, novos ataques no país são iminentes e muito difíceis de serem evitados.

Em um discurso em Londres, Parker indicou que as ameaças “evoluem rapidamente e operam em uma escala e um ritmo que não tínhamos visto antes”. “É o maior ritmo que vi nos meus 34 anos de carreira. Atualmente há mais atividades terroristas, chegam até nós mais rápido e podem ser mais difíceis de detectar”, disse.

Parker afirmou que as forças de segurança inglesas conseguiram evitar vinte ataques nos últimos quatro anos, incluindo sete planos de atentado nos últimos sete meses. “A ameaça é a mais diversa que conhecemos. Há planos que se desenvolvem aqui no Reino Unido, mas outros são preparados no exterior. Há planos que são feitos através da internet”, analisou o diretor do MI5.

Alguns possíveis ataques terroristas requerem longos e complexos preparativos, enquanto outros mais simples, como atentados com facas, podem ser perpetrados de forma quase espontânea, explicou Parker. Nesses planos estão envolvidos “extremistas de todas as idades, gêneros e camadas sociais, unidos pela ideologia tóxica da vitória violenta que perseguem”.

O Reino Unido sofreu cinco atentados terroristas neste ano. Cinco pessoas morreram em um ataque na ponte de Westminster, em Londres, em março; 22 morreram em maio em uma explosão em Manchester e em 3 de junho um ataque com faca deixou oito mortos na zona da ponte de Londres.

Outra pessoa morreu em 19 de junho em frente a uma mesquita em Finsbury Park, na capital britânica, em um ataque considerado de extrema-direita, enquanto uma bomba colocada em um vagão do metrô de Londres deixou vários feridos em setembro após sua explosão falhar na estação de Parsons Green.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcos Acker Monteiro

    TODOS os “gêneros” (sexos é a palavra certa)? Afinal, além de homem e mulher, quantos outros “gêneros” existem? E é bom os europeus se acostumarem com a escalada da violência que eles mesmos, com seu fascismo politicamente-correto, plantaram e agora vão colher. Mesmo com essa escalada da violência eles continuam com medo de serem chamados de racistas. Que se preparem para o inevitável genocídio, o suicídio coletivo. Débeis mentais.

    Curtir

  2. A multidão a favor da imigração desapareceu assim que o sangue começou a jorrar. Se a moral está ligada a religiosidade, deixem montar mesquitas, tempos, igrejas onde quiserem ué. Cadê o amor Cristão?. Terroristas não são religiosos, são só terroristas.

    Curtir