Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia trata atentado em Londres como terrorismo

Três pessoas morreram e um homem foi morto pela polícia, após atropelar pedestres e esfaquear um policial na região do Parlamento

A polícia de Londres informou através das redes sociais que investiga como “terrorismo” um ataque nos arredores do Parlamento inglês, na tarde desta quarta-feira. Três pessoas morreram, incluindo um policial esfaqueado, e o agressor foi baleado pelas forças de segurança, na região do Palácio de Westminster.

No Twitter, a polícia metropolitana escreveu: “Incidente em #Westminster: Nós estamos tratando como um incidente terrorista até que saibamos o contrário”. Mike Rowley, chefe das operações antiterroristas de Londres, informou à imprensa que a polícia realiza “uma investigação contraterrorista completa”. Ainda não há informações sobre a motivação do atentato. 

Em imagens, o agressor aparece cercado de paramédicos, visivelmente ferido. Próximo a ele, são vistas duas facas que podem ter sido usadas no crime. Investigações preliminares indicam que ele morreu após o atentado, depois de atropelar pedestres e matar um policial a facadas.

O ataque provocou pânico próximo ao palácio e vinte pessoas ficaram feridas durante a confusão, na região da ponte de Westminster. O Parlamento e as ruas ao redor foram bloqueadas pelas forças de segurança. Os parlamentares, que estavam em plena votação, foram orientados a permanecer em seus escritórios até que o caso seja resolvido.