Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

México registra 15º assassinato de prefeito desde 2010

Por Da Redação 11 jan 2011, 04h24

O prefeito do município mexicano de Temoac, Abraham Ortiz Rosales, foi assassinado nesta segunda-feira com um tiro no rosto, informou uma fonte oficial.

A promotoria do estado de Morelos, à qual pertence Temoac, descartou que se trate de um atentado do crime organizado, como ocorreu com os outros 14 prefeitos que foram assassinados no México desde 2010.

“Associado a um caso automobilístico, o prefeito de Temoac, Abraham Ortiz Rosales, levou um disparo na cara proveniente de uma arma de fogo de curto calibre”, assinalou a Procuradoria de Morelos.

O procurador Pedro Luis Benítez Vélez afirmou que pela forma como o prefeito foi atacado, “pode ser descartada (a hipótese de) um atentado relacionado com o narcotráfico”, indicando que pode se tratar de um ato de vingança.

Vélez explicou que Ortiz Rosales parou sua caminhonete, “o que indica que conhecia o assassino, que aproveitou esta circunstância para matá-lo com um só disparo”.

Em 2010, 13 prefeitos mexicanos foram assassinados supostamente por membros do crime organizado, alguns depois de terem sido sequestrados. Já em 2011, em 7 de janeiro, o prefeito de Zaragoza, Saúl Vara Rivera, foi encontrado morto com um tiro na cabeça no estado de Nuevo León.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade