Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mexicanos vão às urnas para escolher seu novo presidente

Candidato do PRI, Enrique Peña Nieto, é favorito - em uma eleição sem 2º turno

As eleições no México para escolher o novo presidente, renovar o Congresso e vários governantes locais começaram neste domingo, sob um forte esquema de segurança, com o candidato do opositor PRI, Enrique Peña Nieto, como favorito. Os 143.000 locais de votação em todo o país abriram as portas às 8 horas (10 horas de Brasília) e devem receber 79,5 milhões de mexicanos, em uma eleição sem segundo turno, até as 20 horas (22 horas de Brasília).

Todas as pesquisas de intenção de voto apontam o candidato do Partido Revolucionário Institucional (PRI) como claro favorito, com 10 a 17 pontos de vantagem sobre o esquerdista Andrés Manuel López Obrador e mais de 20 pontos à frente da governista Josefina Vásquez Mota, do Partido Ação Nacional (PAN).

Leia também:

Leia também: México vai às urnas eleger mistura de Collor e Berlusconi

Helicópteros e oficiais das forças de segurança foram mobilizados nos centros de votação e instituições estratégicas da populosa Cidade do México, enquanto o Exército patrulha as regiões mais vioentas como Tamaulipas, Durango, Veracruz, Nuevo León, Cohahuila, Michoacán e Guerrero, onde atuam os poderosos cartéis do narcotráfico.

Além da grande operação de segurança, as eleições serão as mais controladas da história do México, com um sistema de apuração modernizado, 700 observadores internacionais, 1 milhão de cidadãos designados pelas autoridades eleitorais, representantes dos partidos políticos em 99,9% dos locais de votação.

Após o fim do horário de votação, as pesquisas de boca de urna serão divulgadas a partir das 20 horas (22 horas de Brasília). Às 23h45 (1h45 de Brasília), o Instituto Federal Eleitoral (IFE) anunciará os resultados de uma mostra representativa de centros de votação.

(Com agência France-Presse)