Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Merkel defende UE com mais competências

Davos (Suíça) 25 jan (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, disse nesta quarta-feira que os países da União Europeia (UE) devem manifestar disposição a ‘ceder mais competências à Europa’ para garantir o futuro do projeto continental.

Em discurso na abertura do Fórum Econômico Mundial 2012, realizado na cidade suíça de Davos, Merkel pediu a alguns países europeus que melhorem sua competitividade, ao mesmo tempo em que se comprometeu a manter o princípio de solidariedade na UE.

Ela lembrou as recentes tensões entre os países europeus por causa da crise econômica e financeira, mas se mostrou otimista de que será possível superá-las.

Perguntada sobre sua ideia de como será o futuro da Europa, a chanceler alemã afirmou que gostaria de dizer a um jovem europeu que, dentro de 20 anos, terá vivido em diferentes países da Europa e terá direito a uma aposentadoria.

Merkel mencionou o desenvolvimento de um âmbito público europeu tanto para estudantes como para detentores de títulos universitários e aposentados. Ela considerou que, no futuro, a Comissão Europeia (órgão executivo da UE) funcionará como um governo central.

‘Espero que quase todos os países europeus estejam na zona do euro, não todos, mas quase todos’, declarou a chanceler, referindo-se a nações como Reino Unido e Dinamarca, sempre reticentes a aderir à moeda comum.

A governante alemã reconheceu que alguns países europeus apresentaram déficits fiscais que não serão superados em pouco tempo. Ela admitiu que a Europa atravessa dificuldades, mas ressaltou que não é a única região que tem muito a fazer.

Merkel comentou sobre a disposição da zona do euro e dos EUA para trabalhar sobre a criação de uma zona de livre-comércio transatlântica, apesar de reconhecer que é algo que levará tempo. EFE

aia/sa