Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

May pede votos para acordo do Brexit elaborado por Boris Johnson

Ex-premiê britânica renunciou após o Parlamento rejeitar três vezes o acordo que ela tinha selado com a União Europeia

A ex-primeira-ministra britânica Theresa May fez campanha neste sábado (19), no Parlamento, pelo voto a favor do novo acordo do Brexit elaborado pelo atual premiê, o também conservador Boris Johnson. “Todos aqueles que querem evitar um Brexit sem acordo têm que votar a favor”, afirmou May na Câmara dos Comuns (câmara baixa do Parlamento britânico).

May, que renunciou após o Parlamento rejeitar três vezes o acordo que ela tinha selado com a União Europeia (UE), ressaltou que os cidadãos e as empresas britânicas precisam que termine a “incerteza” do processo do Brexit. “Os investidores querem poder investir no Reino Unido, querem saber que este país segue para frente”, afirmou a ex-governante, ao frisar a necessidade de cumprir o resultado do referendo de junho de 2016, no qual 51,9% dos eleitores optaram por retirar o país da UE.

Com a votação deste sábado no Parlamento está em jogo “o futuro do nosso país e de nossos cidadãos”, assim como o da própria “política” britânica, declarou a ex-primeira-ministra. A Câmara dos Comuns deve se pronunciar hoje sobre o pacto que Johnson selou com os 27 Estados-membros da UE na cúpula desta semana.

A ala mais eurocética do Partido Conservador, que votou contra o acordo de May no início deste ano, se pronunciou a favor do pacto de Johnson, o que aumenta as possibilidades de ratificação. Já o norte-irlandês Partido Unionista Democrático, aliado do atual governo britânico, se posicionou contra, motivo pelo qual o primeiro-ministro necessita o apoio ou a abstenção de deputados da oposição para que o texto avance.