Clique e assine a partir de 9,90/mês

Maioria dos argentinos é contra terceiro mandato de Cristina Kirchner

Pesquisa revela, ainda, que a taxa de reprovação da presidente é de 47%

Por Da Redação - 2 Sep 2012, 15h47

Uma pesquisa feita na Argentina revelou que dois em cada três eleitores do país desaprovam mudanças na Constituição que possibilitem que a atual presidente, Cristina Kirchner, seja reeleita para um terceiro mandato em 2015. O levantamento foi feito pela Poliarquia Consultores e ouviu 1.000 cidadãos do país. Os resultados foram divulgados neste domingo pelo jornal La Nacion. Os dados revelam também que 47% dos argentinos reprovam o governo da populista.

Leia também:

Novo protesto contra Cristina Kirchner reúne 5 mil pessoas

Argentina reescreverá sua história – sob a ótica de Cristina

Continua após a publicidade

O levantamento ainda mostrou que quase 40% dos argentinos que aprovam o governo de Cristina são contra a alteração. Entre os eleitores que desaprovam seu mandato, esse índice é de 95%.

Segundo a pesquisa, a taxa de aprovação do governo de Cristina Kirchner é de 51% – número pouco maior do que o observado meses antes da morte do ex-presidente Néstor Kirchner, mas 11 pontos menor do que o porcentual registrado na véspera das eleições de 2011, que reelegeram a presidente, de acordo com o jornal.

Publicidade