Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mãe de crianças mortas na Austrália é presa

Mulher é suspeita de ter matado sete filhos e um sobrinho a facadas

Por Da Redação 19 dez 2014, 20h47

A mãe de sete das oito crianças encontradas mortas a facadas nesta sexta-feira em uma casa na Austrália foi presa por suspeita de homicídio. Ela foi encontrada no local do crime, também com ferimentos a faca, ao lado dos corpos das crianças – uma delas era seu sobrinho.

Segundo a polícia do Estado de Quennsland, a mulher estava lúcida e conversava normalmente com os investigadores. Ela está sob guarda policial em um hospital de Cairns. O jornal local The Australian havia informado que as autoridades acreditavam que a mãe matou as crianças e depois tentou cometer suicídio.

A identidade da mulher não foi divulgada. Sua idade, inicialmente informada como 34 anos, foi corrigida para 37 anos, informou a rede britânica BBC. A polícia encontrou várias armas na residência onde o crime ocorreu.

Leia também:

Reféns mortos em Sydney são tratados como heróis

Sequestrador de Sydney abriu fogo após tentativa de fuga de reféns

“Estes são dias difíceis para nosso país”, disse o primeiro-ministro Tony Abbott. Em comunicado, ele afirmou que a morte das crianças era um “crime indescritível”. “Todos no país sentem uma tristeza angustiante pelo que aconteceu”. Uma vigília e uma missa foram organizadas em memória das crianças.

As mortes ocorrem dias depois de um homem armado invadir um café em Sydney e fazer vários reféns. O cerco policial ao estabelecimento terminou depois de quase dezessete horas de tensão. Dois reféns e o sequestrador morreram.

Continua após a publicidade
Publicidade