Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Londres também enviará submarino nuclear às Malvinas, aponta jornal inglês

Segundo 'Daily Mail', embarcação deve chegar às águas das Malvinas em abril

A Marinha britânica enviará um submarino nuclear às Malvinas em plena escalada de tensão com a Argentina pela disputa da soberania das ilhas. A informação é do jornal inglês Daily Mail. Em resposta à informação publicada no jornal, uma porta-voz do Ministério da Defesa britânico se limitou a afirmar que nunca foi divulgada informação sobre o envio dos submarinos. A notícia foi publicada depois que o governo informou há poucos dias que enviará nos próximos meses às Malvinas o destróier HMS Dauntless, uma embarcação de guerra equipada com mísseis antiaéreos de alta tecnologia.

Entenda o caso

  1. • As Ilhas Malvinas – Falkland, em inglês – ficam a cerca de 500 quilômetros do litoral argentino, mas são administradas e ocupadas pela Grã-Bretanha desde 1883.
  2. • O arquipélago sempre foi motivo de tensão entre os dois países, até que em 1982 o ditador argentino Leopoldo Galtieri comandou uma invasão ao território.
  3. • O governo britânico reagiu rapidamente, enviando às ilhas uma tropa quase três vezes maior do que à da Argentina, que se rendeu dois meses depois.
  4. • Na guerra morreram 255 militares britânicos e mais de 650 argentinos.

Segundo o Daily Mail, trata-se de um submarino tipo Trafalgar, que pode ser o HMS Tireless ou o HMS Turbulent e deve estar nas águas das Malvinas até o mês de abril. O mês marca 30 anos do conflito que gerou uma guerra entre o Reino Unido e Argentina pela soberania das ilhas.

O desdobramento, de acordo com o jornal, foi aprovado pelo primeiro-ministro, David Cameron, e tem a intenção de proteger as ilhas de uma ação militar argentina. De acordo com a informação, no submarino viajarão técnicos que falam espanhol para escutar comunicações de rádio marítimas na região.

Segundo o Ministério da Defesa britânico, o envio do destróier HMS Dauntless estava programado há um ano e não está vinculado à escalada da tensão entre os dois países. O HMS Dauntless, que substituirá a fragata britânica HMS Montrose, é um dos seis novos destróieres Tipo 45 com que a Marinha do Reino Unido conta e está equipado com um avançado sistema de navegação que dificulta sua detecção por radar.

O anúncio de seu desdobramento coincide com a presença do príncipe William nas ilhas. Ele chegou na quinta-feira para realizar um treinamento como copiloto de helicópteros de resgate. A presença do neto da rainha Elizabeth II nas ilhas é particularmente sensível para a Argentina, que reivindica a soberania das Malvinas desde janeiro de 1833.

Guerra das Malvinas – Em 1982, os dois países entrarem em guerra pela posse das Malvinas, um conflito que começou depois que os militares argentinos ocuparam as ilhas em 2 de abril daquele ano e terminou dois meses depois, em 14 de junho, com a rendição argentina. As relações anglo-argentinas atravessam um momento de forte tensão depois que vários países latino-americanos decidiram bloquear a entrada de navios com bandeira das ilhas em seus portos.

(Com agência EFE)