Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder austríaco convida extrema direita para formação de governo

Sebastian Kurz, vencedor das eleições na Áustria e chefe de governo mais jovem do mundo, anuncia conversas com partido fundado por ex-nazistas

O líder conservador da Áustria, Sebastian Kurz, anunciou nesta terça-feira que planeja ter conversas sobre a formação de um governo de coalizão com a legenda de extrema direita Partido da Liberdade (FPO). Caso a aliança seja concretizada, seria a primeira vez em mais de uma década que a sigla, fundada na década de 50 por ex-oficiais nazistas e conhecida por suas posturas xenófobas, nacionalistas e eurocética, deixaria a oposição no país.

Após ganhar a eleição parlamentar da última semana com 31,5 % dos votos, Kurz recebeu do presidente da Áustria, Alexander Van der Bellen, a ordem de formar um novo gabinete. Sem a maioria parlamentar, o premiê precisa de um parceiro para ter um governo de maioria. Apenas dois partidos conquistaram assentos suficientes para fazer isso, o FPO e o Social-Democrata (SPO), cujo líder,  o atual chanceler Christian Kern, descartou a possibilidade de uma grande coalização.

“Decidi convidar Heinz-Christian Strache e o FPO para participarem de conversas de coalizão”, disse Kurz em coletiva de imprensa, na sede do seu Partido Popular Austríaco (OVP). O ex-ministro de Relações Exteriores e o mais jovem chefe de governo, com apenas 31 anos, adiantou que já manteve conversas preliminares “muito construtivas” com Strache, o líder da sigla de extrema direita, mas ressaltou que “uma orientação pró-Europa” é uma exigência para uma eventual aliança, sem descartar a possibilidade de um governo de minoria, o qual classificou como “um bom plano B”.

Veja também

O Partido Popular, de Kurz, e o FPO governaram a Áustria entre 2000 e 2006. A coalização provocou protestos na Europa e sanções diplomáticas em decorrência da presença de Jorg Haider, líder do partido da extrema direita à época. Haider, filho de simpatizantes nazistas, ficou conhecido por suas posições provocativas e declarações que provocaram a fúria de diversos espectros políticos – em 1995, ele se referiu aos campos de concentração nazista como “campos de punição do Nacional Socialismo”. Em 2005, Strache assumiu a liderança no FPO. Hailer morreu em um acidente de carro em outubro de 2008.  

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Esse pessoal de extrema direita da Europa querem apenas politizar seus preconceitos, pra dar um ar de legitimidade a eles, fazendo as pessoas confundirem preconceito com liberdade. Querem a liberdade de ser preconceituosos.

    Curtir