Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Juiz proíbe ditador sudanês de deixar a África do Sul

Omar al-Bashir, que está no país para um encontro da União Africana, tem ordem de prisão emitida pelo Tribunal Penal Internacional

Por Da Redação 14 jun 2015, 13h21

Um juiz sul-africano proibiu o ditador do Sudão, Omar al-Bashir, de deixar o país enquanto a Justiça não se posicionar sobre o pedido de detenção apresentado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI). Bashir está na África do Sul participando de uma cúpula da União Africana (UA), mas o TPI, acionado pela ONG Centro de Litigância do Sul da África, solicitou ao governo de Pretoria que o detivesse como parte dos processo iniciados contra ele em 2009 (por crimes de guerra e contra a humanidade) e em 2010 (por genocídio).

Aparentemente alheio à movimentação, Bashir, de 71 anos, posou para fotos neste domingo ao lado de outros chefes de estado presentes à reunião – e na primeira fila.

LEIA TAMBÉM:

Investigação de crimes de guerra em Darfur é suspensa

O governo sudanês assegurou que o presidente voltará à capital Cartum “hoje ou amanhã”, após o encontro da União Africana, que está sendo realizado em Johannesburgo. O caso deve ser examinando na manhã desta segunda-feira.

Bashir – que assumiu o poder em 1989, depois de um golpe de estado, e foi reeleito em abril, com 94% dos votos, para um novo mandato de cinco anos – tem limitado consideravelmente seus descolamentos ao exterior desde 2009, preferindo viagens a países que não sejam membros do TPI.

O ditador, que certa vez deu guarida ao terrorista Osama Bin Laden, foi o primeiro chefe de Estado a ter um mandado de prisão decretado pela corte internacional. A acusação é referente ao genocídio em Darfur, no Sudão Ocidental, do qual ele foi mentor. Na ocasião, o Exército do Sudão e milícias árabes conduziram uma operação de limpeza étnica contra as tribos de etnia africana. Estima-se que 300.000 pessoas morreram e que 2,8 milhões tenham sido obrigadas a viver em campos de refugiados.

(Da redação com agência EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês