Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juiz arquiva casa de mulher ‘agredida’ por personagem de festa típica

Huelva (Espanha), 1 dez (EFE).- Um juiz da cidade espanhola de Huelva arquivou uma denúncia apresentada por uma moradora da localidade contra o Rei Baltasar, personagem típico da tradicional Cavalgada dos Reis Magos, depois de ser ferida no olho por uma bala lançada pelo homem que vestia fantasia em 2010.

Segundo o juiz, sua decisão é justificada pelo fato de a participação neste festejo anual – realizado no dia 5 de janeiro em todas as cidades espanholas – representar determinados riscos.

Além disso, alegou que o processo estava indiciado à outra pessoa já que constava o nome de rei mago Baltasar, enquanto na verdade deveria julgar a pessoa que o representava durante a festa.

O juiz considerou que ‘não é concebível uma Cavalgada de Reis Magos sem que na mesma se joguem balas nos espectadores, da mesma forma que não é concebível uma festa de carnaval sem fantasias’.

Mustafá Gadiaga, o imigrante senegalês que encarnou o rei em questão, disse nesta quinta-feira que ficou ‘surpreendido’ ao saber que tinha sido denunciado. Em declarações à Agência Efe, Gadiga pediu desculpas para a senhora a quem supostamente causou uma lesão ocular pelo impacto da bala.

‘Gostaria de conhecê-la para lhe pedir desculpas pessoalmente, lhe levar um presente e dar, desta vez, a bala em suas mãos’, disse o jovem que é conhecido e querido em Huelva, onde vende artigos na rua. EFE