Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jornalista Charlie Rose é demitido após acusações de assédio

Americano foi desligado da emissora de TV CBS News. Oito mulheres afirmam ter sido assediadas pelo apresentador

Charlie Rose, um dos mais proeminentes apresentadores e premiado entrevistador de televisão, foi demitido nesta terça-feira pela CBS News, após uma reportagem do jornal The Washington Post revelar oito acusações de assédio sexual envolvendo o jornalista. “Isso se segue à revelação ontem de um comportamento extremamente perturbador e intolerável que teria se dado durante seu programa na PBS”, disse o presidente da CBS, David Rhodes, em um comunicado enviado a funcionários do canal.

 

O canal, onde Rose apresentou o programa CBS This Morning e foi correspondente contribuinte para o 60 Minutes, já havia suspendido Rose na segunda-feira. Já a emissora pública PBS interrompeu a distribuição de seu programa de entrevistas Charlie Rose.

A reportagem do Post afirmava que as oito mulheres assediadas eram funcionárias ou queriam trabalhar no programa Charlie Rose. Elas alegaram que os avanços indesejados incluíam telefonemas obscenos, assédios e ele caminhando nu na frente delas. Todas tinham entre 20 e 30 anos quando os assédios supostamente ocorreram, entre a década de 90 e 2011.

Rose emitiu uma declaração pedindo desculpas pelo que chamou de “comportamento inadequado” e disse estar “muito envergonhado”, mas que “não acreditava que todas as alegações fossem corretas”.