Clique e assine com 88% de desconto

Irã poderá construir uma arma nuclear em catorze meses

Porém, especialistas garantem que decisão de fabricar armamento durante o próximo ano não vai escapar da detecção da AIEA e do governo americano

Por Da Redação - 8 out 2012, 20h47

O Irã poderá produzir a quantidade necessária de urânio enriquecido para fazer uma bomba atômica no prazo de dois a quatro meses, e depois precisará de entre oito e dez meses para construir o dispositivo nuclear, avaliaram especialistas em um relatório publicado nesta segunda-feira pelo Instituto para a Ciência e a Segurança Internacional. A organização é formada por ex-integrantes da Agência Internacional de Energia Atômica da ONU (AIEA).

Segundo o documento, Teerã avançou em seu esforço para obter urânio enriquecido, mas para acumular os 25 quilogramas de urânio altamente enriquecido necessários para montar uma arma nuclear “precisará de entre dois a quatro meses”. Assim que tiver suficiente urânio enriquecido, Teerã ainda deve levar de oito a dez meses para construir uma arma nuclear, segundo um dos autores do estudo e ex-membro da AIEA, David Albright.

Para alcançar esse objetivo, o Irã terá que recorrer a seu urânio enriquecido a 3,5% e às reservas de urânio enriquecido a 20%. Porém, o relatório destaca que os inspetores dos Estados Unidos e da ONU poderão detectar qualquer progresso mais efetivo em direção à bomba nuclear. “Uma decisão do Irã de fabricar armamento nuclear durante o próximo ano não poderá escapar da detecção da AIEA e do governo americano”, garante o texto.

O documento destaca ainda que “os Estados Unidos e seus aliados mantêm a habilidade de responder com força a qualquer decisão do Irã”.

Publicidade

Leia também:

Leia também: Para Netanyahu, ‘diplomacia não funciona com o Irã’

(Com agência France-Presse)

Publicidade