Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Irã e Venezuela anunciam acordo de cooperação de 20 anos

Acordo será assinado durante a visita do presidente Nicolás Maduro ao Irã, que deve acontecer nos próximos meses

Por Da Redação Atualizado em 18 out 2021, 14h33 - Publicado em 18 out 2021, 14h31

O Irã anunciou nesta segunda-feira, 18, que irá assinar um acordo de cooperação econômica de 20 anos com a Venezuela durante a visita do presidente Nicolás Maduro ao país, que deve acontecer nos próximos meses.

O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa com os ministros das Relações Exteriores de ambos os países, acrescentando que haverá também uma comissão conjunta de cooperação econômica, que será formada na capital iraniana até o final do ano. 

“Tudo isso confirma que as relações entre os dois países estão crescendo”, disse Hossein Amir-Abdollahian, ministro do Irã, dizendo ainda que acordos feitos anteriormente, incluindo o de energia, já estão sendo implementados.

A visita do ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Felix Plasencia, a Teerã ocorre logo após a notícia de que um navio petroleiro contendo mais de dois milhões de barris de petróleo fornecido pela empresa estatal venezuelana estava prestes a zarpar para o Irã

Esse mesmo navio teria chegado ao país sul-americano em setembro carregando 2,1 milhões de barris. A troca foi parte de um acordo entre os dois países que vai contra as sanções impostas pelos Estados Unidos às duas nações.

Na coletiva de imprensa, Amir-Abdollahian disse que as políticas americanas contra a Venezuela são pouco construtivas, demonstrando apoio ao país. 

Continua após a publicidade

“Na cooperação bilateral, estamos caminhando para uma realidade em que os produtos iranianos serão acessíveis a várias cidades venezuelanas”, afirmou. 

Durante a viagem, o chanceler venezuelano se encontrou também com o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, que afirmou o quanto o país deseja ampliar seus laços com os países sul-americanos. 

“Neste governo, estamos determinados a deixar de lado os problemas criados pelos inimigos e continuar o caminho de progresso do país”, diz uma citação creditada ao presidente em seu site.

Na mesma linha, Plasencio também se referiu aos dois países como amigos que desejam se unir contra “aqueles que prejudicam a nossa independência”, dizendo ainda que a elaboração de um plano de cooperação entre Teerã e Caracas ajudaria a defender o multilateralismo e a combater a intervenção dos Estados Unidos. 

Os acordos de longo prazo não são uma novidade para o Irã. No começo do ano, o país assinou um pacto de 25 anos com a China, ao mesmo tempo que busca fazer o mesmo com a Rússia.

No mês passado, a oferta iraniana de anos para se tornar membro da Organização para Cooperação de Xangai foi aprovada, trazendo esperança de que novas oportunidades serão possíveis, de modo a superar as sanções impostas pelos americanos.

Continua após a publicidade

Publicidade