Clique e assine com até 92% de desconto

Indonésia resgata corpos de 88 imigrantes após naufrágio

Por Da Redação 22 dez 2011, 08h47

Jacarta, 22 dez (EFE).- As autoridades da Indonésia confirmaram que 88 corpos já foram resgatados nas águas da ilha de Java após o naufrágio de uma embarcação no último sábado, a qual transportava mais de 200 imigrantes ilegais à Austrália.

O porta-voz do Centro de Gestão de Desastres da Indonésia, Sutopo Purwo, indicou à agência Efe que nesta quinta-feira foram resgatados 30 corpos, porém, mais de 100 pessoas seguem desaparecidas.

Segundo Purwo, os cadáveres se encontravam em avançado estado de decomposição e afastados a centenas de quilômetros do lugar do naufrágio, sendo que alguns deles foram encontrados próximos da ilha de Bali.

Após o acidente, que ocorreu a mais de 90 quilômetros do litoral, as equipes de resgate e pescadores resgataram 49 pessoas com vida.

As autoridades indonésias acreditam que o acidente foi provocado devido a uma sobrecarga da embarcação, que viaja com aproximadamente 200 pessoas, quando sua capacidade máxima era de apenas 100.

Continua após a publicidade

Os passageiros, procedentes de países como o Afeganistão, Irã e Paquistão, tentavam chegar à ilha australiana de Christmas com o propósito de buscar asilo no país oceânico.

As equipes de socorro também trabalham no resgate de outro naufrágio – que ocorreu na última quarta-feira, nas águas das ilhas Molucas -, e resultou na morte de quatro pessoas.

‘Não sabemos com exatidão quantos passageiros viajavam na embarcação e, por isso, continuamos com os trabalhos de resgate na região’, declarou à Agência Efe Kievly Wakano, secretário da Agência Nacional de Gestão de Desastres nas Molucas.

Segundo Wakano, uma das principais causas do naufrágio foi ‘o mau tempo, as grandes ondas e a sobrecarga da embarcação, que não estava preparada para transportar mais de 50 pessoas e levava o triplo de passageiros’.

As condições climáticas, a precariedade das infraestruturas, a falta de medidas de segurança e a sobrecarga de passageiros e mercadorias são as principais causas dos inúmeros acidentes marítimos que são registrados a cada ano neste arquipélago asiático. EFE

prl/fk

Continua após a publicidade
Publicidade