Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Incêndio em hospital de Calcutá mata ao menos 73 pessoas

O fogo começou no subsolo do prédio - durante a madrugada desta sexta-feira

Por Da Redação 9 dez 2011, 06h26

Pelo menos 73 pessoas morreram nesta sexta-feira em um grande incêndio em um hospital de sete andares na cidade de Calcutá, leste da Índia, disse o vice-presidente do hospital, S. Upadhay. Muitas vítimas são pacientes do hospital privado AMRI, que ficaram presos em meio às chamas e foram asfixiados pela fumaça. Apenas três dos mortos não eram pacientes, completou Upadhay.

Mais cedo, a governadora do estado de Bengala Ocidental, Mamata Banerjee. afirmou que 41 corpos foram transportados para um necrotério improvisado em um hospital anexo. “Outros 20 cadáveres foram deixados no hospital”, completou. Banerjee prometeu iniciar uma investigação e garantiu que o centro médico adotará medidas, caso seja comprovado que as normas de segurança e prevenção de incêndios não foram respeitadas.

“Levamos 50 pacientes para um hospital anexo. A situação é espantosa”, afirmou o comandante dos bombeiros Gopal Bhattacharya. Ao que tudo indica, o fogo começou no subsolo do hospital durante a madrugada, mas a causa ainda não foi determinada. As chamas foram controladas no final da manhã, e equipes de resgate começaram a retirar os corpos do prédio. (Com agência France-Presse)

Publicidade