Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imprensa internacional destaca ‘sólido’ desempenho do Brasil

Jornais do México comentam a definição do rival de sua seleção na próxima fase; para o argentino 'Clarín', 'as coisas se complicam" para os mexicanos

A vitória do Brasil contra a Sérvia nesta quarta-feira (27) pela Copa do Mundo na Rússia é notícia na imprensa internacional, que enfatizou o bom desempenho da seleção brasileira durante toda a partida e a ida para as oitavas de final como líder do Grupo E.

“Velho Conhecido. México jogará sua quinta partida contra o Brasil em Copa do Mundo: perdeu três e empatou em uma”, sublinhou o jornal mexicano Cancha. “A verde-amarela se impôs à equipe sérvia e ficou com a liderança do Grupo E”, destacou o jornal El Universal. Brasil e México se enfrentarão no próximo dia 2 de julho.

Segundo o jornal The New York Times, o Brasil liderou o jogo de forma “sólida”. O matutino americano fez a cobertura da partida com atualizações ao vivo e afirmou que a seleção brasileira superou seu adversário como o “pentacampeão que é”. Também avaliou que os brasileiros “exibiram suas habilidades” para conquistar seu lugar na partida de oitavas de final contra o México na segunda-feira.

Mais cético, o espanhol El País afirmou que “Neymar e companhia não convenceram com seu jogo, mas sim com o resultado”. O argentino Clarín diz que o Brasil ganhou “com solidez” da Sérvia e chegou às oitavas. Para o jornal de Buenos Aires, o “grande golpe” neste Mundial foi a derrota da Alemanha para a Coreia do Sul, o que deitou por terra um possível choque entre a atual seleção campeã do mundo com a seleção de Tite. “A coisa parece mais complicada para o México”, disse o Clarín.

O jornal italiano Corriere della Sera diz que o Brasil “supera o medo e voa para as oitavas como primeiro em seu grupo”. Segundo a publicação, Paulinho se valeu de uma “verticalização mágica” de Philippe Coutinho para fazer o gol, em referência ao passe do meia-atacante, e Thiago Silva marcou em uma cabeceada “decisiva”.

Em seu site na internet, a emissora CNN noticiou que não houve surpresas em Moscou durante o jogo da seleção brasileira. “Após a saída da Alemanha da competição, todos os olhos se voltaram para o Brasil, outro peso-pesado da Copa do Mundo, que ainda não tinha garantido seu progresso”, diz o canal de televisão americano.

“A Sérvia teve seus momentos, mas o Brasil teve muita criatividade e poder de fogo nos últimos trinta minutos””, disse a CNN, para quem a seleção brasileira acabou com qualquer possibilidade de sair da competição.