Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Imagens aéreas revelam devastação total de Mariupol, na Ucrânia

Cidade no sudeste do país está sitiada por tropas russas

Por Ernesto Neves Atualizado em 15 mar 2022, 14h15 - Publicado em 15 mar 2022, 14h02

Imagens feitas por drones e divulgadas por tropas da Ucrânia nesta terça-feira (15) trazem a dimensão da devastação imposta pelo cerco russo à cidade de Mariupol, no sudeste do país.

Fotografias feitas por satélite  também revelaram a extensão dos danos causados ​​na cidade, incluindo o Hospital Regional de Terapia Intensiva de Mariupol e vários complexos de apartamentos.

Fotografias de satélite do bairro de Primorskyi, a cerca de 1,6 km ao sul do hospital, mostram casas em chamas após sofrerem ataques russo.

Segundo o governo ucraniano, ao menos 2.500 pessoas morreram vitimadas pelos bombardeios em Mariupol.

O conselho municipal de Mariupol afirmou que 2.000 carros particulares conseguiram deixar a cidade nesta terça através do corredor humanitário. E que mais 2.000 veículos estão estacionados na rota principal da cidade.

Continua após a publicidade

As partidas ocorreram apesar do contínuo fracasso em estabelecer formalmente corredores seguros para evacuar civis de Mariupol, que está sitiada desde 1º de março.

Cerca de 350.000 pessoas ainda estão presas na metrópole. Ainda no final do inverno, as temperaturas permanecem abaixo de zero e não há eletricidade, água e aquecimento.

O vídeo foi postado no Telegram pelo Batalhão Azov, uma milícia ultranacionalista que desde 2014  foi integrada às Forças Armadas ucranianas.

Várias tentativas oficiais de estabelecer corredores seguros e evacuar civis de Mariupol falharam nos últimos dias.

Alguns moradores tiveram de recorrer ao derretimento da neve e ao desmantelamento de sistemas de aquecimento para obter água potável, afirmou Petro Andriushchenko, assessor do prefeito da cidade, à televisão ucraniana.

Imagem aérea de Mariupol, no sudeste da Ucrânia
Imagem aérea de Mariupol, no sudeste da Ucrânia Reprodução/Reprodução
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)