Clique e assine a partir de 9,90/mês

Hosni Mubarak, ex-presidente do Egito, é libertado após seis anos

Ele deixou o hospital militar onde esteve desde que foi deposto do poder, em 2011

Por Da redação - Atualizado em 24 mar 2017, 12h34 - Publicado em 24 mar 2017, 07h39

O ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, foi posto em liberdade nesta sexta-feira. Ele deixou o hospital militar onde esteve em boa parte dos últimos seis anos, desde que foi preso após a revolução que lhe tirou do poder em 2011, segundo informou seu advogado. Aos 88 anos, Mubarak saiu do hospital de Maadi, no Cairo, às 8h30 (3h30 no horário de Brasília) e seguiu para sua residência no bairro de Heliópolis.

Primavera árabe
A libertação de Mubarak encerra simbolicamente o capítulo da Primavera Árabe no país. O ex-presidente foi absolvido da acusação de seu envolvimento nas mortes que ocorreram durante os protestos de 2011 e que derrubaram seu governo.

Durante a revolta de 18 dias, houve cerca de 850 mortes em confrontos com a polícia. Mubarak foi condenado à prisão perpétua em junho de 2012, mas um novo julgamento foi ordenado pela Justiça.

Em novembro de 2014, outro tribunal recomendou o arquivamento das acusações, mas a procuradoria acabou por apresentar um recurso. Seis anos após sua queda, no dia 2 de março, o tribunal de apelação confirmou o abandono das acusações, absolvendo o ex-presidente.

(Com EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade