Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Homem que ameaçou Sarkozy de morte é condenado a 3 meses de prisão

Ele disse que teria recebido 1 milhão de euros para matar o presidente francês

Por Da Redação 1 mar 2012, 13h54

O homem que nesta semana proferiu insultos e ameaças de morte por telefone contra o presidente francês, Nicolas Sarkozy, foi condenado nesta quinta-feira pelo Tribunal de Grande Instância de Bordeaux a três meses de prisão isentos de cumprimento.

O jornal local Sud Ouest informou que o homem, de 45 anos e identificado apenas como William, foi reconhecido como o autor de ao menos 86 “igações mal-intencionadas” dirigidas à Polícia de Urgência dessa localidade, das quais as dez últimas afetavam diretamente o chefe do Executivo. Ainda conforme a publicação, o homem fazia as ligações do próprio celular em aparente estado de embriaguez, o que permitiu ser identificado com facilidade pelos agentes, que o prenderam na quarta-feira.

Na última segunda-feira, o homem, pai de três filhos, disse que recebeu 1 milhão de euros “para matar Sarkozy, esse imbecil”, que no sábado tem programado um comício em Bordeaux (sudoeste da França) para falar sobre cidadania e a imigração.

A Polícia de Urgência apresentou denúncia e a Promotoria solicitou que o homem fosse condenado a seis meses de prisão, sentença que foi reduzida para três, e à obrigação de receber a assistência facultativa necessária.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade