Clique e assine a partir de 8,90/mês

Homem é preso depois de atirar fogos de artifício perto da Casa Branca

Fogos foram lançados pouco depois de ataque a base naval que resultou em treze mortes em Washington, nesta segunda-feira

Por Da Redação - 16 set 2013, 21h59

Um homem foi detido nesta segunda-feira por atirar fogos de artifício sobre uma cerca do lado norte da Casa Branca, em Washington, poucas horas depois de um ataque em uma base naval na capital dos Estados Unidos terminar com treze mortos. Agentes uniformizados da Casa Branca isolaram a área em frente à mansão presidencial e ordenaram que jornalistas entrassem no prédio depois que os fogos de artifício foram atirados, disse um porta-voz do Serviço Secreto americano.

Imagens mostraram um homem vestido com uma camiseta azul sendo levado por policiais. A rede NBC News informou que a polícia ainda não sabe por que o homem atirou os fogos de artifício. Ele não é considerado uma ameaça, disseram as fontes.

​Com a capital em alerta máximo após o tiroteio, a reação das pessoas aos fogos foi imediata, com relatos nas redes sociais de que tiros haviam sido disparados do lado de fora da Casa Branca – o que foi desmentido pelo Serviço Secreto.

O número de mortos no ataque à base naval inclui um atirador identificado como Aaron Alexis, de 34 anos, de Forth Worth, no estado do Texas.Ele teria um cartão de acesso ao complexo por estar trabalhando como prestador de serviço para uma empresa de informática que está renovando os sistemas dos computadores nas instalações da Marinha, informou o jornal The Washington Post.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade