Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem armado faz refém em escritório da Receita italiana

(Atualiza com libertação do refém e entrega do sequestrador).

Roma, 3 mai (EFE).- Um homem de 54 anos, que estava armado com um fuzil e duas pistolas, se manteve por cerca de cinco horas com um refém dentro do escritório da Receita italiana na cidade de Romano di Lombardia, na província de Bérgamo, no norte da Itália.

Ele entrou no prédio pouco antes das 16h locais (11h de Brasília) e chegou a fazer 15 reféns no início. Posteriormente, libertou 14 e manteve um – funcionário do escritório.

Uma hora e meia após entrar no escritório, um subtenente dos Carabinieri (Polícia militar) conseguiu entrar no local para tentar negociar o fim do sequestro. O refém pôde telefonar para sua namorada para lhe dizer que se encontrava bem.

Em torno das 21h locais (16h de Brasília), o mediador conseguiu convencer o sequestrador a libertar o refém e, minutos depois, o homem acabou se entregando aos policiais para posteriormente ser levado ao quartel dos Carabinieri, onde prestou depoimento.

Durante as cinco horas que esteve dentro do escritório, nas quais chegou a ameaçar suicídio e exigiu falar com a imprensa, o sequestrador revelou que passa por dificuldades econômicas e não pode pagar várias contas que recebeu da Receita italiana.

Testemunhas dos fatos afirmaram ter ouvido tiros no interior do escritório, mas não houve feridos. Segundo os reféns libertados inicialmente, o homem armado atirou para o teto e dizia que não queria causar danos a ninguém.

Os reféns libertados disseram que o sequestrador é uma pessoa ‘extremamente agitada’, mas aparentemente ‘razoável’.

Vários soldados cercaram o prédio da Receita em Romano di Lombardia. Um helicóptero dos Carabinieri sobrevoava o local para o caso de uma intervenção dos soldados de operações especiais das forças de segurança. EFE