Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem acusado de tentar matar Obama comparece à Justiça

O jovem americano de origem latina acusado de “tentativa de assassinato do presidente dos Estados Unidos” por ter atirado contra a Casa Branca compareceu nesta segunda-feira a uma corte federal em Washington, constatou a AFP.

Com o cabelo curto e barba espessa, Oscar Ramiro Ortega-Hernandez, de 21 anos, compareceu ao tribunal algemado e vestindo o uniforme branco de prisioneiro.

O juiz federal Alan Kay determinou a manutenção da prisão e a realização de uma análise psicológica do jovem antes de sua próxima audiência, prevista para 28 de novembro.

Segundo o depoimento de um amigo do acusado, Ortega-Hernandez considera que o presidente Barack Obama é “o diabo”, e que deveria “enfrentá-lo”.

O “amigo” revelou ainda que Ortega-Hernandez “preparava algo e não se deteria até que estivesse feito”.

Ortega-Hernandez se apresenta como “o Jesus Cristo dos tempos modernos que todos esperavam” em um vídeo difundido pela rede CBS News.

Detido em 16 de novembro na Pensilvânia, a 300 km da capital federal americana, Ortega-Hernandez, morador de Idaho, é acusado por ter atirado várias vezes em direção à Casa Branca no dia 11 de novembro, e pode ser condenado à prisão perpétua.

Obama e sua mulher, Michelle, que moram na residência com suas duas filhas, estavam em San Diego, Califórnia (oeste), no momento em que o incidente ocorreu.