Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hollande cobra ação da Rússia para evitar ‘guerra civil’ na Síria

Paris, 14 jul (EFE).- O presidente da França, François Hollande, cobrou neste sábado da Rússia ações em relação à Síria para evitar ‘uma guerra civil’ no país árabe.

‘O drama continua’, declarou Hollande em entrevista transmitida pela televisão após participar, na festa nacional francesa, de seu primeiro desfile militar como governante. O presidente francês também confirmou que ‘não há ruptura’ da política externa de seu país em relação à Síria na comparação com a do governo anterior, de Nicolas Sarkozy.

‘Rússia e China bloqueiam qualquer solução no Conselho de Segurança das Nações Unidas’, lembrou Hollande, que pediu ao presidente russo, Vladimir Putin, para que trabalhem juntos em prol de ‘uma solução conjunta’ que evite o conflito civil na Síria.

Hollande fez ontem uma séria advertência a Moscou e Pequim quanto ao país árabe, e disse que se estes dois governos continuarem a resistir a aprovar sanções contra Damasco, haverá ‘caos e guerra’.

‘Não fazendo nada para que possamos avançar diretamente rumo a sanções mais duras, é caos e guerra o que haverá na Síria em detrimento de seus próprios interesses’, disse em relação a Rússia e China.

Hoje o presidente francês voltou a reconhecer a legitimidade da intenção de Moscou de proteger seus interesses na Síria, mas insistiu que isso não deve impedir uma solução que faça com que o presidente sírio, Bashar al Assad, deixe o poder. EFE