Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo do Irã afirma que acordo não é perfeito, mas todos saem ganhando

A chefe da política externa da União Europeia (UE), Federica Mogherini, considera que o acordo vai além do programa nuclear e abre 'um capítulo nas relações internacionais'

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammed Javad Zarif, afirmou nesta terça-feira, no início da última sessão plenária das negociações nucleares de Viena, que o acordo firmado entre o país e o Grupo 5+1 (Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha, mais Alemanha) não é perfeito, mas que todos ganham com ele. “Hoje poderia ter sido o final da esperança, mas estamos perante um novo capítulo”, disse o chanceler iraniano sobre o fim dos dezoito dias de negociações na capital austríaca para se fechar o histórico acordo. Zarif expressou seu respeito por todos aqueles que ajudaram a chegar a uma “solução na qual todos ganham”.

Leia também

Irã e potências mundiais fecham acordo nuclear

Netanyahu: ‘Acordo nuclear com o Irã é um erro de proporções históricas’

Obama diz a aliados árabes que acordo com Irã não representa ameaça

“Acho que esse é um momento histórico. Estamos fechando um acordo que não é perfeito, mas sim o que pudemos conseguir. É uma conquista importante”, destacou. Já a chefe da política externa da União Europeia (UE), Federica Mogherini, que coordenou o grupo internacional nas negociações, disse que o acordo “representa um sinal de esperança” para o mundo.

“Acho que todos sabemos que a decisão que vamos tomar está relacionada com o programa de armas iraniano, mas é muito, muito mais do que isso. Ela abre um novo capítulo nas relações internacionais”, disse a diplomata italiana. Uma declaração oficial conjunta de Mogherini e Zarif é esperada após o fim da reunião para dar mais detalhes sobre o acordo histórico firmado em Viena.

(Da redação)