Clique e assine a partir de 8,90/mês

Furacão e ciclone matam 21 pessoas no México

Eventos climáticos paralelos atingiram as duas costas do país no domingo

Por Da Redação - 16 set 2013, 10h54

As costas Oeste e Leste do México foram atingidas neste domingo por um furacão e um ciclone que causaram inundações e deslizamentos de terra e deixaram ao menos 21 mortos. Segundo o serviço meteorológico do país, a combinação dos dois eventos climáticos nas duas costas do país foi um vento sem precedentes.

Os estragos levaram algumas cidades a cancelar comemorações nacionais do Dia da Independência, que foi celebrado no domingo.

Milhares de pessoas tiveram de abandonar suas casas após a chegada do ciclone Manuel na costa Leste do país, que é banhada pelo Oceano Pacífico. Do outro lado do país, o mesmo cenário, desta vez provocado pela chuva do furacão Ingrid, que atingiu o Golfo do México.

Leia também:

Entenda como se formam e se classificam os ciclones

Continua após a publicidade

A empresa estatal de petróleo Pemex, que tem forte presença no golfo, informou que teve que retirar funcionários de três plataformas ao longo de Tamaulipas, na costa leste.

A Pemex também informou por meio do microblog Twitter que também teve fechar 24 poços na área, mas uma refinaria em Ciudad Madero, em Tamaulipas, que fica na região atingida pelo furacão Ingrid, permaneceu aberta.

O balneário de Acapulco, no estado de Guerrero, na costa oeste, sofreu a inundações. Onze pessoas morreram devido ao desmoronamento de casas e muros por causa da chuva.

Mais três pessoas morreram em Guerrero e Oaxaca por causa de deslizamentos de terra. Nos estado de Puebla, na região central, quatro pessoas morreram em desabamentos e deslizamentos de terra. Outras três pessoas morreram no estado de Hidalgo, depois que o carro em que viajavam foi arrastado por uma inundação.

Em 26 de agosto, outro ciclone já havia provocado 13 mortes no México.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade