Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Funcionário da Cruz Vermelha é libertado no Iêmen

O francês Benjamin Malbrancke, funcionário do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e que havia sido sequestrado em abril no Iêmen, foi libertado e encontra-se em bom estado de saúde, informou neste sábado a entidade em um comunicado.

Malbrancke foi sequestrado no dia 21 de abril por homens fortemente armados perto da cidade de Hodeida, no norte do Iêmen, disse o CICV em sua nota oficial.

“Estamos aliviados e extremamente felizes que nosso colega esteja novamente entre nós e em bom estado de saúde”, afirmou em um comunicado o chefe das operações do CICV no Iêmen, Eric Marclay.

O funcionário também expressou sua “profunda gratidão a todos aqueles que forneceram seu apoio durante estas longas semanas e que contribuíram para que Benjamin possa se reencontrar com sua família”.

Um porta-voz do CICV disse à AFP que Malbrancke já estaria na capital iemenita, Sanaa, e que embarcaria a Genebra o mais rápido possível. Dois motoristas que foram sequestrados no mesmo episódio haviam sido libertados horas após o incidente.

O Iêmen é palco de frequentes sequestros de estrangeiros por membros de tribos fortemente armadas, que recorrem a este método para pressionar as autoridades para que atendam as suas reivindicações.