Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França pede ‘sangue frio’ à Turquia após lei sobre genocídio armênio

Paris, 24 jan (EFE).- O ministro das Relações Exteriores francês, Alain Juppé, pediu nesta terça-feira ‘sangue frio’ às autoridades turcas, que ameaçaram a França com represálias imediatas pela aprovação parlamentar de uma lei que penaliza a negação do genocídio armênio em 1915.

‘Peço a meus amigos turcos que recuperem o sangue frio’, disse Juppé à emissora de televisão ‘Canal Plus’, acrescentando que estende ‘a mão’ à Turquia.

O diplomata francês lembrou sua posição com relação ao texto legislativo adotado na noite de ontem: ‘como ministro das Relações Exteriores considero que esta iniciativa é inoportuna’.

Por outro lado, Juppé insistiu na conveniência de acalmar os ânimos, ao ser questionado se julga críveis as ameaças de Ancara, que chegou inclusive a pensar em uma ruptura das relações entre os dois países e em chamar de volta seu embaixador em Paris.

‘Necessitamos da Turquia e a Turquia necessita de nós’, ressaltou o ministro francês, horas depois de o Senado de ser país ter adotado por uma grande maioria o texto que prevê castigar com um ano de prisão e 45 mil euros de multa a negação do genocídio armênio pelo regime turco em 1915. EFE