Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fotos mostram momento da explosão de uma bomba

A explosão também feriu outras três pessoas. Grupo jihadista assumiu autoria

Um agente do Esquadrão Antibomba da Polícia egípcia morreu nesta terça-feira, no Cairo, quando tentava desarmar uma bomba na frente de um posto de gasolina. O momento da explosão foi captado por cinegrafistas e repórteres fotográficos. Um grupo jihadista assumiu a autoria do atentado.

O Egito é palco de inúmeros atentados, em geral cometidos com bombas de baixa potência, e ataques contra policiais e militares desde o golpe militar contra o então presidente islâmico Mohamed Mursi, em julho de 2013. A maioria é reivindicada por movimentos jihadistas, que alegam agir em represália à implacável e sangrenta repressão aos partidários de Mursi. O atentado foi cometido na tarde desta terça-feira, no bairro de Giza, oeste da capital egípcia.

Leia também

Esposa de Clooney foi ameaçada de prisão no Egito

Egito nega ter ameaçado prender esposa de George Clooney

Justiça egípcia ordena novo julgamento para jornalistas da Al-Jazeera

Em sua conta no Twitter, o grupo jihadista Ajnad Misr garantiu ter plantado a bomba no local. Essa não foi a primeira vez que o grupo assumiu a responsabilidade por um ataque à polícia na capital. Na madrugada desta terça, dois policiais foram mortos por desconhecidos que abriram fogo sobre eles, no centro do país. Segundo o governo, em um ano e meio, mais de 500 policiais e soldados foram mortos em ataques.

(Com agência France-Presse)