Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Forças de segurança reprimem manifestação contra usina termoelétrica na China

Pequim, 23 dez (EFE).- As forças de segurança chinesas dispersaram nesta sexta-feira com gás lacrimogêneo os manifestantes que participavam de um protesto contra a ampliação de uma usina termoelétrica em Haimen, na província de Cantão, informou a emissora de televisão ‘Cable TV’, de Hong Kong.

O canal divulgou imagens nas quais os soldados lançavam gás lacrimogêneo em centenas de manifestantes, que protegiam os olhos e a boca com as mãos.

Os protestos em Haimen, uma localidade litorânea de 120 mil habitantes, aumentaram nos últimos dias depois que a cidade vizinha de Wukan, a cerca de 130 quilômetros, se envolveu em outro conflito massivo por desapropriações de terrenos de agricultores.

Ao contrário de Haimen, o conflito de Wukan está sendo resolvido de forma pacífica depois que as autoridades provinciais negociaram na terça-feira com os manifestantes um aumento das indenizações e a libertação nesta sexta dos três porta-vozes que estavam sob custódia.

O conflito de Wukan é um dos muitos que ocorreram na província de Cantão nos últimos meses por desentendimentos nos pagamentos de salários, desapropriações de terras, corrupção e problemas ambientais, como o de Haimen.

Cantão, onde se concentram as fábricas chinesas, é uma das províncias mais ricas do país. EFE