Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Facebook sabia de interferência russa em eleições dos EUA, diz Zuckerberg

Depoimento que empresário dará ao Congresso americano na quarta-feira é publicado antecipadamente on-line

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu que a empresa sabia sobre a interferência da Rússia nas eleições americanas de 2016 e não “reagiu a tempo” para evitá-la, segundo depoimento que será apresentado pelo empresário ao Congresso dos Estados Unidos na quarta-feira e que foi divulgado nesta segunda-feira pelo governo americano.

A influência russa na escolha de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos estava sendo investigada pelo promotor especial Robert Mueller e foi veementemente negada pelo Kremlin.

O depoimento de Zuckerberg cita a empresa Internet Research Agency, com sede em São Petersburgo, acusada por Mueller de colher dados de cidadãos americanos. Segundo o CEO do Facebook, a companhia russa “atuou repetidamente de maneira enganosa” para tentar manipular cidadãos da Europa, Estados Unidos e da própria Rússia.

Zuckerberg estima que a empresa tenha atingido 126 milhões de pessoas com uma única página na rede. No Instagram, foram 20 milhões de usuários afetados.

O diretor executivo da maior rede social do mundo destaca algumas das grandes eleições que ainda devem acontecer em 2018, como as do Brasil e do México, para afirmar que o Facebook está trabalhando para evitar novos incidentes nesses países.

Sobre o caso de interferência da empresa Cambridge Analytica, também nas eleições americanas de 2016, Zuckerberg diz que admite a responsabilidade pelo vazamento de dados e pelas notícias falsas divulgadas nas redes sociais.

“Não tivemos uma visão suficientemente ampla de qual era a nossa responsabilidade e isso foi um grande erro. Foi meu erro e peço desculpas. Comecei o Facebook, o administro e sou responsável pelo que ocorre por lá”, afirma o executivo-chefe da empresa no depoimento.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ricardo Souza Stefanone

    bom dia a todos

    Curtir

  2. Ricardo Souza Stefanone

    Pela relevância da noticia, ao qual tinha conhecimento interferência russa, devemos considerar:
    o CEO é anti-americano ou comunista…

    Curtir