Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Explosão de mina mata líder tribal no Afeganistão

Por Da Redação 1 mar 2012, 06h43

Cabul, 1 mar (EFE).- Um líder tribal local e quatro de seus guarda-costas morreram quando uma mina atingiu o veículo no qual viajavam na província de Faryab, no norte do Afeganistão, informou nesta quinta-feira à Agência Efe uma fonte oficial afegã.

‘A explosão ocorreu ontem à noite na área de Qissar e matou Mohammed Moussa, líder de uma ‘shura’ (conselho tribal local), e os quatro guardas que o acompanhavam’, precisou o porta-voz do Governo da província, Ahmed Jawid Bedar.

O porta-voz talibã Zabiula Mujahid reconheceu à Efe a autoria do atentado, embora tenha elevado a sete o número de mortos.

O novo ataque acontece quando diminuía a intensidade da onda de violência que assolou o Afeganistão na semana passada devido à queima de exemplares do Alcorão e de outros materiais religiosos no interior da principal base americana no país, Bagram.

A sucessão de atos violentos deixou pelo menos 30 mortos em todo o país.

As minas terrestres são usadas com frequência pelos insurgentes talibãs em sua campanha contra as forças de segurança, e são a principal causa de mortes entre as tropas afegãs e estrangeiras. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade