Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Exército sírio mantém bombardeio a Homs nesta quarta

Oposição denuncia a morte de pelo menos 46 pessoas ontem na cidade

Por Da Redação 8 fev 2012, 05h22

As forças do regime sírio continuam nesta quarta-feira a bombardear o reduto opositor de Homs, no centro do país, onde ontem morreram pelo menos 46 pessoas nesta terça-feira, segundo a Comissão Geral da Revolução Síria – a organização opositora destacou que há 18 menores de idade entre os falecidos.

Na manhã desta quarta, o Exército ataca com artilharia os bairros de Al Jalidiya e de Al Bayada, enquanto em Al Inshaat a situação é crítica, já que as comunicações e a eletricidade não funcionam e as ruas estão ocupadas pelos tanques das Forças Armadas. Além disso, os pistoleiros do regime disparam indiscriminadamente e lançam bombas, aterrorizando os habitantes.

A Comissão ressaltou que não se sabe o que está acontecendo em alguns distritos de Homs, uma vez que estão totalmente isolados do resto da cidade.

O grupo acrescentou que agentes dos serviços secretos sírios cruzaram nas últimas horas a fronteira com o Líbano para sequestrar dois cidadãos de Homs que haviam fugido ao país vizinho. A Comissão também acusou o movimento xiita libanês Hisbolá de ter colaborado com os serviços secretos sírios. Na noite desta terça-feira, o líder do Hisbolá, Hassan Nasrallah, negou que sua organização ajude o regime sírio na repressão dos opositores e denunciou que alguns meios da imprensa ‘exageram e deformam os fatos’.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade