Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Exército do Paquistão mata onze talibãs

Por Da Redação 3 dez 2009, 06h36

O Exército paquistanês informou nesta quinta-feira que matou 11 supostos insurgentes talibãs, incluindo um líder, em uma área do conflituoso Vale de Swat. Segundo uma fonte militar citada por agências internacionais, as forças de segurança lançaram na noite de quarta-feira uma ofensiva contra esconderijos dos insurgentes na área de Kabal, na qual também foram detidos 180 supostos radicais.

A ação militar acontece depois da morte, na terça-feira passada, do deputado da Província da Fronteira Noroeste Shamsher Ali, em um ataque suicida contra sua residência. Ali era membro do Partido Nacionalista Awami, que lidera o governo regional, e era um dos políticos e personalidades ameaçados de morte pelo líder dos talibãs em Swat, o mulá Fazlullah, que estaria no Afeganistão.

O Exército paquistanês lançou no final de abril uma operação em grande escala em Swat e em distritos adjacentes. A ofensiva causou a morte de cerca de 1.700 insurgentes e mais de 200 soldados.

Publicidade