Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-banqueiro russo está em estado crítico após ser baleado em Londres

Londres, 23 mar (EFE).- O ex-banqueiro russo Guerman Gorbuntsov se encontra em estado crítico em um hospital de Londres após ser baleado na terça-feira passada na capital britânica, informou nesta sexta-feira a agência ‘Press Association’.

Gorbuntsov, de 45 anos, recebeu disparos de uma arma automática quando chegava em seu apartamento, em um edifício residencial em Isle of Dogs, no leste de Londres.

A Scotland Yard (polícia metropolitana de Londres) considera o caso uma tentativa de assassinato e procura como suspeito um homem branco, alto e magro que vestia roupa escura no momento do crime e que fugiu antes da chegada da polícia.

A polícia londrina atribuiu o caso à unidade que investiga crimes relacionados com gangues de rua e considera que ‘não há razão para envolver outros agentes’, segundo afirmou um porta-voz da Scotland Yard.

Gorbuntsov havia sido proprietário de diversos bancos na Rússia e na Moldávia e, após a divulgação da notícia do atentado, vários jornais ingleses lembraram o caso do dissidente russo Aleksandr Litvinenko, assassinado em Londres em novembro de 2006.

Esse ex-agente da KGB, de 43 anos, foi envenenado com polônio 210 radioativo, um crime pelo qual ninguém foi condenado até o momento e em que a própria vítima, antes de morrer, acusou os serviços secretos do Kremlin.

A viúva do ex-espião, Marina Litvinenko, disse hoje, após saber que Gorbuntsov foi vítima de um atentado, que a família do ex-banqueiro deve estar esperando ‘esclarecimentos’ sobre o caso.

Em estado crítico, Gorbuntsov permanece em um hospital que não foi revelado, protegido por agentes da polícia britânica que combate o crime organizado. EFE