Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

EUA vão continuar a falar de direitos Humanos na China

Por Saul Loeb 14 fev 2012, 14h50

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu nesta terça-feira que o seu país continuará a abordar a questão dos direitos humanos na China, ao receber o vice-presidente e provável futuro número um chinês, Xi Jinping, na Casa Branca.

“Sobre questões cruciais, como os direitos humanos, nós continuaremos insistindo no que consideramos importante: a concretização das aspirações e dos direitos de todos”, declarou Obama aos jornalistas.

“Esperamos que a China continue a ter um papel crescente na governança global. Nós acreditamos ser de extrema importância que a China e os Estados Unidos desenvolvam uma sólida relação de trabalho”, acrescentou o presidente. Obama parabenizou as conquistas de Pequim e Washington nos casos relacionados ao Irã e às Coreias.

Contudo, Obama não citou diretamente a Síria, um assunto de discordância entre as duas potências depois do veto da China a uma resolução da ONU que condenava a sangrenta repressão pelo regime de Bashar al-Assad.

Continua após a publicidade

Publicidade