Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA não veem indícios de terrorismo no acidente com Airbus

Segundo um comunicado do Departamento de Estado, os Estados Unidos ofereceram ajuda aos países afetados pelo acidente que matou 150 pessoas nos Alpes franceses

O governo dos Estados Unidos ofereceu assistência aos países afetados pelo acidente aéreo ocorrido nesta terça-feira nos Alpes franceses e afirmou que, por enquanto, não há suspeita de atentado terrorista na queda do avião da companhia aérea Germanwings que voava de Barcelona a Düsseldorf com 150 pessoas a bordo. “Não há indícios de relação com o terrorismo neste momento”, comentou a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Bernadette Meehan, em comunicado.

Segundo a Casa Branca, integrantes do governo americano estão em contato com os governos de França, Alemanha e Espanha para oferecer assistência após a tragédia. O presidente americano, Barack Obama, já foi informado do acidente por seus assessores. Os EUA estão “analisando se havia algum cidadão americano no voo. Estendemos nossas profundas condolências às famílias e aos entes queridos das 150 pessoas a bordo”, disse em outro comunicado a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki.

Leia também

Avião com 150 pessoas a bordo cai no sul da França

Merkel diz que está consternada; rei da Espanha cancela visita à França

França não descarta nenhuma hipótese em acidente, incluindo o terrorismo

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, praticamente descartou a chance de haver sobreviventes no acidente aéreo e sustentou que, “nestes momentos, não se pode descartar nenhuma hipótese” sobre as circunstâncias do acidente. Um porta-voz do Ministério francês do Interior afirmara anteriormente que todas as pistas serão exploradas, embora a hipótese de um atentado terrorista não seja prioridade.

O avião, um Airbus A320 com número de voo 4U 9525, da companhia de baixo custo Germanwings, subsidiária da Lufthansa, decolou de Barcelona às 9h55 locais (5h55 em Brasília) com destino a Düsseldorf e caiu nos Alpes franceses cerca de uma hora depois. Estavam a bordo da aeronave 144 passageiros e seis membros da tripulação, segundo informou a companhia aérea alemã.

Leia mais

Airbus A320 já sofreu muitos acidentes

(Da redação)