Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA e Japão realizam exercícios aéreos perto da Coreia do Norte

Caças japoneses realizaram manobras aéreas com bombardeiros americanos a sudoeste da península coreana

Caças japoneses realizaram manobras aéreas com bombardeiros americanos a sudoeste da península coreana nesta quarta-feira (16). A ação ocorre um dia depois da Coreia do Norte recuar dos planos de realizar um novo teste balístico direcionado à ilha de Guam, um território dos Estados Unidos no oceano Pacífico.

O exercício de EUA e Japão no mar do Sul da China envolveu dois bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea americana que decolaram da Base de Andersen, em Guam, e dois caças japoneses F-15, segundo um comunicado das Forças Armadas japonesas. “Estes voos de treinamento com o Japão demonstram a solidariedade e a determinação que compartilhamos com nossos aliados para preservar a paz e a segurança”, afirmou a Força Aérea dos EUA em nota à imprensa.

Os aviões americanos, projetados para transportar bombas nucleares e mais tarde convertidos para carregar armamentos convencionais, realizaram vários voos no leste asiático nas últimas semanas. Além dos exercícios aéreos com caças do Japão, os bombardeiros também ensaiaram manobras com aeronaves sul-coreanas.

O ditador do país, Kim Jong-un, não faz segredo de seus planos de desenvolver um míssil capaz de comportar uma ogiva nuclear e alcançar os EUA. O regime vem ignorando os alertas do Ocidente e de sua única grande aliada, a China, para interromper os testes nucleares e de mísseis, que desafia as resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

As ameaças norte-coreanas levaram o presidente dos EUA, Donald Trump, a dizer que os militares de seu país estarão preparados se a Coreia do Norte agir insensatamente. Estas palavras, por sua vez, provocaram um alerta de Pequim para que os dois lados contenham a retórica agressiva.

(Com Reuters)