Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA declaram apoio à suspensão de patentes de vacinas contra a Covid-19

Representantes de diversas nações discutem o tema na OMC; campanha a favor da suspensão é liderada por Índia e África do Sul

Por Julia Braun Atualizado em 6 Maio 2021, 07h50 - Publicado em 5 Maio 2021, 16h50

O governo dos Estados Unidos declarou nesta quarta-feira, 5, seu apoio à suspensão das patentes das vacinas contra a Covid-19. O tema é discutido atualmente por embaixadores das principais potências mundiais em uma reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Em uma carta pública, a embaixadora americana no órgão, Katherine Tai, afirmou que a administração de Joe Biden é favorável ao fim da patente e que sua equipe pretende trabalhar ativamente nas negociações para que tal objetivo seja alcançado.

Tai afirmou ainda que o governo dos Estados Unidos “acredita fortemente nas proteções de propriedade intelectual, mas, para conseguir acabar com esta pandemia, apoia a suspensão destas proteções para as vacinas de Covid-19”.

Embaixadores da OMC se reúnem nesta quarta e quinta-feiras, 5 e 6, para discutir as regras comerciais que protegem a propriedade intelectual por trás dos imunizantes. A campanha pela suspensão das patentes, ainda que temporária, é liderada atualmente pela Índia e África do Sul.

No entanto, a resistência segue forte entre os países com grandes indústrias farmacêuticas. O apoio americano pode significar um grande avanço para a demanda.

Segundo a emissora americana CNN, diferentes lideranças do governo dos Estados Unidos discordavam sobre a questão. Por fim, porém, o presidente Joe Biden optou por apoiar a campanha.

“O objetivo do governo é obter o máximo possível de vacinas seguras e eficazes para o maior número de pessoas o mais rápido possível”, disse Tai em seu comunicado. “Como nosso suprimento de vacina para o povo americano está garantido, o governo continuará a intensificar seus esforços – trabalhando com o setor privado e todos os parceiros possíveis – para expandir a fabricação e distribuição de vacinas”.

Continua após a publicidade
Publicidade