Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: “assassino do Facebook” se mata após perseguição

Steve Stephens, que divulgou ao vivo no Facebook o assassinato de um idoso, foi encontrado morto em seu veículo

O criminoso que ficou conhecido como “assassino do Facebook” foi encontrado morto após uma rápida perseguição policial na manhã desta terça-feira, informou a polícia do estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Steve Stephens, que no domingo matou com um tiro um idoso a esmo em Cleveland, Ohio, e divulgou o vídeo do assassinato no Facebook, foi encontrado morto em seu veículo com um ferimento fatal de bala causado por si mesmo, de acordo com a polícia local.

Posted by PA State Police on Tuesday, April 18, 2017

Morador de Cleveland, Stephens tinha 37 anos. Ela escreveu em sua conta no Facebook antes do assassinato que queria matar e em suas mensagens culpava a ex-namorada, que identifica como Joy Lane, pelas atrocidades que planejava cometer. Apesar de dizer que tinha matado outras 15 pessoas e que pretendia continuar com os assassinatos, as autoridades não têm indícios que Stephens tenha cometido mais homicídios além do de Godwin.

A polícia de Erie confirmou que Stephens foi encontrado no mesmo Ford Fusion branco com o qual fugiu no domingo, após matar Robert Godwin, de 74 anos.

As forças de segurança de cinco estados, incluindo a Pensilvânia, estavam em alerta e contavam com a ajuda do FBI, que tinha prometido uma recompensa de US$ 50 mil por informação que levasse à captura.

(com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Eliane Moura

    Já vai tarde.

    Curtir

  2. Esse filhote de Cruz credo não era nem pra ter nascido.

    Curtir

  3. Paulo de Tarso de Oliveira Soares

    Se fosse um branco matando um negro , a manchete seria bem diferente .A quem vocês pensam que enganam , cara-pálida !

    Curtir