Clique e assine a partir de 9,90/mês

Estado Islâmico reivindica ataque com facão na Bélgica

Promotores belgas identificaram o autor do ataque como um cidadão argelino que vivia no país desde 2012

Por Da Redação - 7 ago 2016, 12h57

O Estado Islâmico assumiu neste domingo a responsabilidade pelo atentado com facão ocorrido ontem em Charleroi, na Bélgica. O agressor “é um soldado do EI que realizou esta operação em resposta aos apelos para atacar a população de países da coalizão cruzada”, anunciou no Twitter a Amaq, agência de propaganda dos terroristas.

LEIA TAMBÉM:
Bélgica é maior ‘criadouro do terrorismo islamita’ na Europa
Bélgica anuncia envio de caças F-16 para bombardear Estado Islâmico na Síria

No fim da tarde de sábado, um homem se aproximou do posto de controle da polícia de Charleroi e tirou um facão de uma mochila. Enquanto gritava “Allahu Akbar” – Alá é grande -, atacou duas policiais que controlavam o acesso à sede, deixando uma gravemente ferida. Outra agente disparou contra o agressor, que morreu no hospital.

Agressor – Ainda neste domingo, promotores belgas identificaram o autor do ataque como um cidadão argelino que vivia no país desde 2012. K.B,. de 33 anos, era fichado por crimes comuns, sem relação com terrorismo.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

 

 

 

Publicidade