Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estado Islâmico explode mais um carro-bomba na capital do Iêmen

Pelo menos 28 pessoas foram mortas no atentado. Elas estavam reunidas para lamentar as vítimas de outro ataque ocorrido no início deste mês

A explosão de uma carro-bomba reivindicada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) atingiu a capital do Iêmen, Sanaa. Médicos afirmaram que ao menos 28 pessoas foram mortas no atentado perpetrado nesta segunda-feira à noite. Os extremistas tiveram como alvo uma reunião de pessoas que lamentavam as vítimas de outro ataque ocorrido no início deste mês. Por meio de um comunicado, os radicais disseram que queriam “vingança para os muçulmanos contra os apóstatas houthis”.

Leia também:

Estado Islâmico matou mais de 3000 pessoas em um ano

Califado do EI completa um ano de atrocidades e barbárie

O vácuo político no Iêmen criou um terreno fértil para a ação de fundametalistas islâmicos. Após a deposição do governo pelas milícias xiitas houthis, células terroristas do EI e da Al Qaeda expandiram o raio de influência que exerciam no país. Um relatório produzido pela ONU e divulgado em maio apontou que os houthis contam com financiamento do Irã desde 2009.

Para impedir o avanço das milícias xiitas e restaurar a ordem democrática no Iêmen, uma aliança militar chefiada pela Arábia Saudita tem bombardeado as posições estratégicas dos houthis e de seus aliados no Exército para desalojá-los da capital e trazer de volta o presidente exilado, Abd Rabbo Mansur Hadi. Nesta segunda-feira, contudo, uma base do Exército saudita em Scud foi atacada por um míssil lançado a partir do Iêmen. Não há informações sobre vítimas.

(Com agência Reuters)